Business intelligence é a junção de dados para embasar estratégias de marketing. Envolve compreender o funcionamento do negócio e organizar os pontos fortes e fracos do plano. É um processo tecnológico que coleta e reúne dados para análise.

A inteligência de dados organiza e analisa informações para futuros empreendimentos e expansão de negócios. Coleta dados internos e externos para identificar oportunidades e tomar decisões embasadas. Inclui atividades como desempenho comercial, mineração de dados, análise online e processamento de eventos.

Business intelligence e data intelligence transformam dados em informações valiosas.

Por que precisamos deles no varejo?

Na vida acelerada do século XXI, as demandas e necessidades dos consumidores dispararam. O que realmente esses consumidores estão procurando? A resposta é simples – gratificação instantânea, serviços impecáveis e os produtos mais recentes para acompanhar as tendências em constante mudança.

A inteligência de dados é necessária para entender as necessidades do cliente para uma melhor experiência de compra e venda. Se analisada corretamente, essa análise pode levá-lo ao ponto de prever o que o cliente precisa a seguir. Empresas que conseguem identificar seus potenciais clientes e entender amplamente suas necessidades já estão muito à frente de seus concorrentes.

Como funciona essa técnica?

As compras on-line ganharam popularidade rapidamente porque permitem que os clientes comprem em horários estranhos e de qualquer lugar do mundo. As ferramentas de Business Intelligence acessam os dados históricos de pesquisa do cliente e seus produtos recentes e mais pesquisados.

Ferramentas de relatórios de BI, como o Power BI, geram relatórios de análise do cliente para mostrar as tendências do cliente na forma de gráficos, tornando mais simples avaliar e analisar as características do cliente. As empresas podem usar esses gráficos para introspecção em seus negócios ao longo dos anos. Ele pode ser usado para determinar o quão bem um produto atingiu no mercado ou quais são as demandas atuais dos clientes populares.

Como esses dados podem ser explorados para obter o máximo de benefícios?

Além de dar uma visão sobre o progresso e as vendas da empresa ao longo dos anos, esses dados também podem ser analisados para vários outros usos. Depois de rastrear cada clique, cada produto visualizado e cada produto comprado e descartado pelo cliente, surge um padrão.

Com base nesses padrões, as empresas podem promover diferentes esquemas e ofertas. Por exemplo, após uma análise cuidadosa dos dados, as empresas podem restringir os produtos que têm maior probabilidade de serem comprados juntos. Esses produtos podem então ser vendidos com um esquema de “compre um ganhe um grátis”. As empresas também saberão quanto devem estocar em um determinado produto.

Publicidade inteligente

Sites de compras on-line como Amazon e eBay usam inteligência de dados para publicidade inteligente. Eles mantêm um registro do que um determinado cliente pesquisa e compra. Eles anunciam seus outros produtos com base nas pesquisas recentes dos clientes.

Por exemplo, permitir que uma pessoa compre um livro de Harry Potter no site. O site então bombardeará o cliente com ofertas sobre outros livros e mercadorias de Harry Potter, outros livros do mesmo gênero e outras obras do mesmo autor.

Se, por exemplo, uma pessoa não faz uma compra, mas procura por conjuntos de críquete, raquetes de tênis e outros equipamentos esportivos, então o site tem uma estratégia diferente. Ele apresentará diferentes tipos de ofertas em várias variedades de equipamentos esportivos para garantir que o cliente encontre o que está procurando. Ele também anunciará mercadorias como tênis esportivos, bandanas e pulseiras, roupas esportivas e assim por diante, que o cliente pode precisar se decidir praticar qualquer esporte.

Comunicação inteligente

A inteligência de dados pode ser usada para gerar uma comunicação personalizada para os clientes usando seus históricos de compras anteriores e áreas de interesse. A Scaledata usou inteligência de dados para gerar e-mails especiais semanais com ofertas personalizadas para uma rede de supermercados de varejo no Brasil. Essa implementação envia mais de 800.000 e-mails por Mês com personalização gerenciada por inteligência de dados em cada e-mail.

Revolução do varejo

Muitas lojas e empresas adotaram a inteligência de dados e fizeram mudanças espetaculares em seus pontos de venda. Uma das lojas descobriu que os homens são mais propensos a comprar fraldas do que as mulheres. Por isso, colocaram estrategicamente uma loja de cerveja ao lado da seção de fraldas em sua loja. E em questão de poucos meses, suas vendas de cerveja dispararam visivelmente! Parece milagroso, né?

A Amazon é uma empresa que abraçou e internalizou a inteligência de dados de braços abertos. Recentemente, a Amazon começou a prever o que os clientes provavelmente comprariam em seguida. Assim, eles deslocaram seus estoques para que o item desejado estivesse disponível no ponto de venda mais próximo da localização do cliente.

Amazon GO é a cara do futuro do varejo. É uma loja sem check-out ou balcão de cobrança. Bem, como os clientes pagam pelos produtos então? Eles simplesmente saem com os produtos de que gostam. Câmeras integradas, balanças de peso, sensores de pressão, células de carga, etc. Registre todo o processo de compra determinando o que as pessoas tiram ou retornam às prateleiras, juntamente com o tempo considerável necessário para ler, analisar, considerar, selecionar ou colocar de volta um produto. Em suma, os dados fornecidos por todos os diferentes sensores ou dispositivos de entrada, ajudam a gerar inteligência de comportamento do cliente que, por sua vez, pode ser usada para fazer previsões precisas e impulsionar as vendas. O caminho Inteligência de negócios e dados é usado aqui para revolucionar completamente a cara do varejo são realmente exemplares!

Em poucas palavras…

A principal força de uma empresa está nas pessoas e nos dados. A inteligência de negócios incentiva as empresas a capacitar seus funcionários usando os dados em mãos. Improvisar seu mecanismo de tratamento de dados é a revolução interna mais significativa que uma empresa pode fazer. Do saber vem o ter; Uma análise de dados adequada permitirá que as empresas façam esquemas melhores e vendam seus produtos de forma inteligente. Ao explorar essa tecnologia ao máximo, talvez possamos transformar em realidade a visão de drones que percorrem os céus para entregar pacotes que ainda nem foram encomendados.